11:03 19 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu

    'Querem nos destruir', Israel afirma que se defenderá do Irã

    © REUTERS/ Ammar Awad
    Oriente Médio e África
    URL curta
    401428

    Israel não quer guerra, mas se defenderá contra a presença hostil das forças iranianas na vizinha Síria, disse o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

    Neste sábado (10), o exército israelense disse que um de seus helicópteros interceptou um drone iraniano lançado da Síria, acrescentando que a Força Aérea israelense (IAF) atingiu alvos iranianos na Síria, provocando incêndios nos sistemas de defesa aérea locais.

    "Israel está buscando a paz, mas continuará a se defender de forma decisiva de qualquer ataque e […] a presença militar do Irã na Síria ou em qualquer outro lugar se for apontada contra nós", disse Netanyahu neste sábado (10).

    O primeiro-ministro israelense afirmou que o Irã e "aqueles que o recebem na Síria" são responsáveis pelos eventos deste sábado (10).

    "Eu adverti mais de uma vez sobre o perigo da presença militar do Irã na Síria. O Irã está se esforçando para usar o território da Síria para sua agressão contra Israel e alcançar seu objetivo abertamente declarado de nos destruir", disse Netanyahu.

    O exército israelense disse que seu avião F-16 foi derrubado, mas sua equipe conseguiu se ejetar da aeronave em Israel.

    As forças armadas israelenses disseram neste sábado (10) que 12 alvos militares sírios e iranianos foram destruídos perto de Damasco, enquanto o lado israelense não sofreu novas perdas.

    Mais:

    Netanyahu reivindica o direito de Israel se defender em diálogo com Putin
    Moscou está preocupada por escalada de tensões entre Israel e Síria
    Sistemas sírios de defesa antiaérea repelem novo ataque de Israel
    Tags:
    crise diplomática, oriente médio, Benjamin Netanyahu, Damasco, Oriente Médio, Irã, Síria, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik