12:31 19 Abril 2018
Ouvir Rádio
    As aeronaves A-10 Thunderbolt II da Fairchild Republic no Arizona

    Comandante dos EUA na OTAN confirma: Foco agora é o Afeganistão

    © AFP 2018 / Brendan Smialowski
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6511

    Com a derrota virtual do Daesh no território no Iraque e na Síria, os EUA começaram a transferir recursos de combate aéreo para o Afeganistão.

    O major-general da Força Aérea, James Hecker, comandante do Comando Aéreo da OTAN no Afeganistão, disse que o país da Ásia Central, "tornou-se o principal esforço do Comando Central dos EUA (CENTCOM) graças aos recentes sucessos no Iraque e na Síria".

    Os ativos transferidos chegaram no Afeganistão na quinta-feira, incluindo drones Reaper da MQ-9, aviões de ataque terrestre A-10C Thunderbolt II e esquadrões de busca e salvamento de combate. O poder aéreo melhorado no Afeganistão é uma pedra angular da estratégia do governo Trump.

    Mas a estratégia americana final no Afeganistão é transferir as responsabilidades de combate do CENTCOM e da OTAN para as forças de segurança locais.

    "Enquanto o poder aéreo dos EUA está destruindo os elementos de apoio do Talibã n, o A-29 [helicópteros a jato] e os helicópteros MD-530 fornecem apoio rápido e letal às forças terrestres afegãs", disse Hecker.

    A Força Aérea Afegã (AAF) realizou mais de 2.000 ataques aéreos em 2017, de acordo com Hecker. No mesmo ano, a Aeronáutica dos EUA informou que realizaram 4.361 ataques, mais do que em 2015 e 2016 combinados.

    O benefício de uma campanha aérea encorajada contra o Talibã é permitir aos Estados Unidos atacar com mais facilidade aos grupos militantes: os campos de treinamento, os centros de controle e as plantas de produção de opióides que constituem a espinha dorsal das operações econômicas do Talibã.

    O objetivo do comandante é triplicar a força da AAF até 2020, introduzindo novos equipamentos como 32 aeronaves de ataque AC-208 e dezenas de helicópteros de assalto UH-60 Black Hawk. 

    Atualmente, a maioria dos ataques aéreos afegãos são feitos através do helicóptero de ataque leve Cayuse Warrior MD-530F, geralmente para apoiar tropas terrestres.

    Além da intensa campanha aérea, os EUA enviaram um número desconhecido de soldados dos EUA ao país, anteriormente posicionados no Iraque.

    Tags:
    A-10C, A-29, MD-530F, AC-208, UH-60 Black Hawk, Força Aérea Afegã, Comando Aéreo da OTAN, Força Aérea dos EUA, CENTCOM, Talibã, OTAN, James Hecker, Estados Unidos, Ásia Central, Iraque, Afeganistão, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik