04:05 20 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Um menino olha para a câmera enquanto se senta nos destroços de uma casa destruída por um ataque aéreo liderado pelos sauditas nos arredores de Sanaa, Iêmen.

    Conflito no Oriente Médio matou ao menos 83 crianças em janeiro, diz UNICEF

    © REUTERS / Mohamed al-Sayaghi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    420

    Os conflitos no Oriente Médio deixaram ao menos 83 crianças mortas no mês de janeiro, afirmou o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) nesta segunda-feira (5).

    "Somente no mês de janeiro, a escalada da violência no Iraque, na Líbia, no Estado da Palestina, na Síria e no Iêmen custou a vida de pelo menos 83 crianças", afirmou Geert Cappelaere, diretor regional da UNICEF.

    O país mais violento no período foi a Síria, com 59 crianças mortas, seguida por Iêmen (16), Líbia (6) e Líbano — onde quatro crianças congelaram até a morte.

    "Outras milhões de crianças na região do Oriente Médio e do norte da África tiveram suas infâncias roubadas, mutiladas por toda a vida, traumatizadas, presas e detidas, exploradas, impedidas de ir à escola e de obter os serviços de saúde mais essenciais, negando até o direito básico de brincar, afirmou Cappelaere.

    O diretor da UNICEF afirmou que o mês de janeiro foi "negro e sangrento".

    Mais:

    Turquia adverte sobre perigo para militares norte-americanos na Síria
    Ministério da Defesa publica vídeo que mostra avião russo sendo abatido na Síria
    Síria: 8 soldados turcos são mortos em Afrin
    Rússia retalia derrubada de caça: 30 terroristas foram eliminados na Síria
    Su-25 russo é derrubado na Síria e piloto é morto
    EUA reconhecem ausência de provas sobre uso de sarin na Síria
    Tags:
    Unicef
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik