14:20 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Militantes da Frente al-Nusra (foto de arquivo)

    Rússia divulga VÍDEO de ataque que matou mais de 30 terroristas em Idlib

    © AP Photo / Edlib News Network ENN
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Piloto russo morre na Síria (10)
    12241

    Mais de 30 militantes do grupo terrorista Jabhat al-Nusra foram mortos como resultado de um ataque de alta precisão na área da província de Idlib, na Síria, onde um avião de ataque russo Su-25 foi derrubado no início do sábado, disse o Ministério da Defesa da Rússia em um comunicado.

    "Foi realizado um ataque de alta precisão, visando o distrito controlado pela Frente al-Nusra na província de Idlib, de onde um míssil MANPAD havia sido lançado contra a aeronave Su-25 da Rússia. Segundo a interceptação de rádio, mais de 30 insurgentes da Frente al-Nusra foram mortos como resultado da greve", diz o comunicado.

    A pasta russa também divulgou um vídeo de uma filmagem noturna com o ataque contra os insurgentes.

    No ataque de mais cedo contra um caça russo, o piloto conseguiu escapar da aeronave de forma segura, mas acabou capturado e foi morto pelos militantes da organização terrorista. O governo russo agora tenta recuperar o seu corpo.

    De acordo com a Agência Reuters, o Tahrir al-Sham, grupo extremista ligado aos terroristas do Al-Nusra, reivindicou a responsabilidade pela derrubada do avião russo.

    Mais cedo, outro grupo militante, o Jaysh al-Nasr, que reivindica afiliação ao Exército Livre Sírio, também publicou vídeos e declarações sobre o avião russo em sua conta no Twitter. A organização disse que o jato foi derrubado por alguns sistemas de defesa aérea.

    Tema:
    Piloto russo morre na Síria (10)

    Mais:

    Tropas sírias iniciam operação contra Frente al-Nusra em Idlib
    Fonte: exército sírio luta contra Frente al-Nusra em Idlib
    Exército sírio liberta povoado estratégico em Idlib dos terroristas
    Tags:
    ataque aéreo, ataque, bombardeio, terrorismo, Jabhat al-Nusra, Idlib, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik