03:15 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Apoiantes dos rebeldes houthis mostram modelos de mísseis durante uma manifestação na capital do Iêmen.

    Militares sauditas interceptam míssil disparado pelo grupo rebelde do Iêmen

    © AFP 2018 / MOHAMMED HOWAIS
    Oriente Médio e África
    URL curta
    411

    As Forças de Defesa Antiaérea da Arábia Saudita interceptaram um míssil balístico lançado do Iêmen em direção à província saudita de Najran, perto da fronteira com o Iêmen.

    O porta-voz do exército da Arábia Saudita anunciou que os militares do país interceptaram um míssil balístico lançado pelo grupo rebelde houthi a partir do Iêmen.

    O alvo do míssil lançado pelos militantes houthis no sábado (20) eram, alegadamente, as áreas civis no sudoeste da província saudita de Najran, perto da fronteira com o Iêmen. Porém, alguns relatórios indicam que o alvo do míssil de curto alcance era a base militar nessa zona.

    É o segundo ataque interceptado que foi realizado com um míssil contra a província de Najran no último mês. O primeiro míssil foi disparado em 5 de janeiro contra um quartel do exército saudita.

    Os especialistas da ONU acusam o Irã de violar o embargo de armas imposto pela ONU ao Iêmen, abastecendo as milícias iemenitas com mísseis e drones.

    A Arábia Saudita está envolvida em um conflito violento com os rebeldes iemenitas houthis por mais de dois anos.

    Desde 2014, o Iêmen vem sofrendo com o conflito armado entre os rebeldes do movimento xiita Ansar Allah, que contam com o suporte de militares partidários do ex-presidente Ali Abdullah Saleh, e as tropas do atual presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi.

    Mais:

    Rebeldes iemenitas afirmam ter disparado míssil contra usina nuclear nos EAU
    'Crime de guerra': ex-oficial afirma que EUA fornecem armas aos rebeldes sírios
    Tags:
    conflito, rebeldes, míssil, Arábia Saudita, Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik