04:12 22 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    A Turkish flag waves in front of NATO's one

    Parlamentar turco à Sputnik: Plano dos EUA na Síria pode 'causar divisão na OTAN'

    © AFP 2019 / BENOIT DOPPAGNE / BELGA
    Oriente Médio e África
    URL curta
    10265

    O parlamentar do Partido da Justiça e Desenvolvimento e membro do Comitê de Assuntos Parlamentares turco, Berat Conkar concedeu entrevista à Sputnik em que alerta para os possíveis efeitos do plano dos EUA ao criar uma força de segurança na fronteira do norte da Síria.

    Na segunda-feira, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, declarou em termos inequívocos que Ancara considera a força da milícia curda proposta um "exército terrorista". O Pentágono forneceu sistemas de defesa aérea portáteis aos curdos depois que a Turquia considerou lançar ataques aéreos contra o grupo na cidade síria de Afrin.

    Falando à Sputnik Turquia sobre as implicações do movimento, o legislador turco e o chefe da Assembleia Parlamentar da OTAN, Berat Conkar acredita que, com seus planos da força da fronteira, Washington colocou as cartas na mesa revelando seus verdadeiros planos para a Síria e região.

    "Antes, autoridades dos EUA respondiam às críticas turcas sobre a interação com elementos curdos com a garantia de que essa interação era temporária e relacionada com a necessidade de lutar contra o Daesh (grupo terrorista autodenominado Estado Islâmico)", afirmou o legislador. "Mas a atual ação dos EUA mostra que os americanos pretendem criar e manter um acordo de longo prazo com elementos terroristas do YPG, cujas atividades representam uma ameaça direta à segurança da Turquia", acrescentou.

    A Turquia tem desempenhado um papel importante nesta aliança há mais de 65 anos, sacrificando muito para assegurar a segurança na região e no mundo". De acordo com o legislador, o Pentágono, o Congresso dos EUA e parlamentos de outros países-membros da OTAN devem desenvolver uma frente unificada para se opor e, eventualmente, bloquear esta iniciativa que "mina os alicerces" da aliança.

    Conkar afirma que a essência da política turca em relação aos seus vizinhos iraquianos e sírios visa garantir a estabilidade e a integridade territorial desses países, além da segurança e bem-estar da região como um todo. O legislador sugeriu que a posição dos EUA é uma clara violação do direito internacional.

    "Acredito que a Rússia e o Irã, trabalhando em conjunto com a Turquia no âmbito de uma estratégia comum, tomarão as medidas necessárias para evitar a implementação desta iniciativa ilegal dos EUA ", disse Conkar.

    Damasco e Moscou vêm expressando oposição à presença de tropas dos EUA no território sírio, denunciando a inconformidade da práica pelos princípios do direito internacional, incluindo o respeito pela integridade territorial da Síria.

    Tags:
    Sputnik Turquia, Unidades de Proteção Popular (YPG), Daesh, Pentágono, Congresso dos EUA, OTAN, Estado Islâmico, Ahmet Berat Conkar, Recep Tayyip Erdogan, Afrin, Estados Unidos, Damasco, Ancara, Turquia, Síria, Moscou, Washington, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar