19:54 23 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Exercícios militares das forças especiais russas (foto de arquivo)

    Especialista desvela que força militar russa desempenhou papel crucial na Síria

    © Sputnik/ Sergei Pivovarov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    9301

    A força de operações especiais russas eliminou os diversionistas que tinham atacado com projéteis a base militar de Hmeymim, na Síria, comunicou o Ministério da Defesa da Rússia. Em um programa do serviço russo da Rádio Sputnik, o especialista em assuntos bélicos Aleksandr Zhilin comenta as ações dos militares russos.

    Em um recente comunicado da entidade militar russa, frisa-se que da operação especial participaram "todas as forças do sistema de múltiplos níveis da inteligência russa na Síria". Revelou-se que os terroristas estavam baseados perto da fronteira ocidental da província de Idlib.

    Assim, as atividades dos extremistas têm sido monitoradas constantemente com ajuda de veículos aéreos não tripulados.

    "Quando os terroristas chegaram ao local em que se preparavam para embarcarem em um micro-ônibus, todo o grupo diversionista foi eliminado por um projétil Krasnopol de alta precisão", detalhou o ministério.

    Em 31 de dezembro, um grupo de terroristas atacou com morteiros a base russa de Hmeymim, onde está instalado um grupo da aviação russa, em resultado morreram 2 militares russos.

    Vale destacar que, embora o presidente do país, Vladimir Putin, tenha ordenado a retirada das forças russas do território sírio, uma parte do contingente ainda permanece lá, como, por exemplo, na base aérea russa de Hmeymim ou no posto de manutenção naval de Tartus.

    "Se analisarmos o conjunto de operações militares na Síria, devemos reconhecer que após a Rússia ter enviado para lá a sua Força Aeroespacial a situação no campo de batalha mudou drasticamente. O inimigo começou a sofrer grandes perdas em pessoal, foram destruídos armazéns dos militantes e outras instalações deles. Posso dizer que, quando ouvimos falar sobre os êxitos e vitórias do exército sírio, isso correspondia completamente à realidade, mas com uma ressalva: uma grande parte do trabalho era efetuada pelo nosso pessoal das forças especiais", comentou o coronel aposentado Aleksandr Zhilin, especialista em assuntos militares e chefe do Centro de Estudos dos Problemas Sociais Aplicados de Segurança Nacional.

    "Na Síria, eles demonstram milagres sem precedentes de coragem e preparação excepcional. Eles fazem os bandidos sofrerem tais danos que antes da sua chegada ninguém tinha imaginado. São pessoas que cumpriram a ordem da Pátria não apenas com nota excelente, eles são todos heróis", resumiu ele ao serviço russo da Rádio Sputnik.

    Mais:

    Militares russos eliminam terroristas que bombardearam base russa na Síria (VÍDEO)
    Rússia afirma efetuar monitoramento permanente do uso de armas por militantes na Síria
    Especialista sobre ataque à base russa na Síria: em vez de prejudicar, deu experiência
    Tags:
    organização terrorista, forças especiais, Vladimir Putin, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik