18:02 21 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira nacional do Irã

    Brincando com fogo: EUA devem estabelecer novas sanções contra o Irã, adianta secretário

    © REUTERS / Morteza Nikoubazl
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8115
    Nos siga no

    O governo de Donald Trump deverá anunciar novas sanções contra o Irã em breve, disse o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, durante uma reunião da Casa Branca.

    "Estou esperando novas sanções contra o Irã, continuamos analisando-as", disse Mnuchin a jornalistas.

    Anteriormente, o secretário de Estado Adjunto para os Assuntos do Oriente Médio, David Satterfield, disse em testemunho à Comissão de Relações Exteriores do Senado dos EUA que Washington planeja usar sanções agressivas para diminuir a influência do Irã na Síria.

    Além disso, o secretário-adjunto da diplomacia pública e dos assuntos públicos, Steve Goldstein, disse durante uma coletiva de imprensa que o presidente dos EUA, Donald Trump, fará um anúncio nesta quinta ou sexta sobre a certificação do acordo nuclear do Irã.

    "O presidente tomará uma decisão com base em todas as informações que possui", disse Goldstein. "Eu esperaria um anúncio hoje mais tarde ou amanhã de manhã".

    Em outubro de 2017, Trump se recusou a certificar a conformidade do Irã com o Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA), acordo que estipula a redução gradual das sanções impostas ao Irã em troca do estabelecimento de natureza pacífica ao programa nuclear do país. O presidente, porém, não conseguiu retirar os Estados Unidos do pacto, provocando a condenação de outros membros do P5+1 (China, França, Reino Unido e Rússia) que negociaram acordo.

    Mais:

    Irã pode acelerar o enriquecimento de urânio se Trump voltar a impor sanções
    Que armas o Irã utilizaria na guerra contra os EUA?
    Coreia, Irã, Palestina... Trump jogando lenha em crises mundiais
    Tags:
    JCPOA, Plano de Ação Conjunto Global, P5+1, Steve Goldstein, Donald Trump, David Satterfield, Rússia, Reino Unido, França, China, Estados Unidos, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar