16:55 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Militantes armados leais aos rebeldes houthis, Sanaa, Iêmen, 20 de junho de 2016

    Coalizão árabe corta abastecimento de houthis no Iêmen

    © AFP 2019 / MOHAMMED HUWAIS
    Oriente Médio e África
    URL curta
    319
    Nos siga no

    A coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita cortou a principal via de abastecimento dos houthis entre as cidades de Taiz e Hodeida no Iêmen, comunica a agência de notícias WAM.

    Segundo uma fonte nas Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos citada pela WAM, no decorrer da operação também foram eliminadas várias dezenas de rebeldes houthis.

    O conflito armado no Iêmen dura desde 2014. Nele se enfrentam por um lado os rebeldes houthis do movimento xiita de Ansar Allah e, por outro, as tropas governamentais e milícia leal ao presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi. As autoridades recebem apoio do ar e por terra da coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita, e até há pouco, os houthis eram apoiados pelas forças militares leais ao ex-presidente Ali Abdullah Saleh.

    Nos finais de novembro, entre os houthis e Saleh ocorreu um conflito que levou à morte de Saleh em 4 de dezembro.

    Mais:

    Rebeldes fazem lançamento de foguete fracassado e matam 10 civis no Iêmen
    Opinião: Guerra no Iêmen pode levar a Arábia Saudita ao mesmo destino dos EUA no Vietnã
    Sistemas antimísseis norte-americanos falham na hora de proteger Arábia Saudita
    Tags:
    ataque, rebeldes, houthis, Abd Rabbuh Mansur Hadi, Ali Abdullah Saleh, Arábia Saudita, Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar