19:52 22 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7226
    Nos siga no

    Um selo com marca extremamente rara, descoberto em Jerusalém, dá forças à teoria bíblica de que 2.700 anos atrás a cidade tinha um governador, comunica a mídia israelense.

    Encontrado durante escavações perto da Praça do Muro das Lamentações na Cidade Velha de Jerusalém, o pequeno artefato de argila foi descrito no manuscrito judeu antigo como "pertencente ao governador da cidade", escreve o portal The Times of Israel.

    "Trata-se da primeira vez que este selo é encontrado em escavações autorizadas. Ele dá força à explicação bíblica sobre existência de um governador de Jerusalém 2.700 anos atrás", disse o escavador Dr. Shlomit Weksler-Bdolah.

    "A Bíblia menciona dois governadores de Jerusalém, e esta descoberta revela que tal posição foi de fato ocupada por alguém na cidade 2.700 anos atrás", continuou.

    De acordo com a Bíblia judaica, Josué foi governador da cidade durante o governo do Rei de Judá, Ezequias, e Maaseiah ocupou o cargo nos tempos do Rei Josias.

    Mais:

    São encontrados restos do 'último unicórnio' (FOTOS)
    Cientistas descobrem na Amazônia a primeira ave híbrida do mundo
    Rede de vigilância de 4 mil anos foi encontrada na Síria (FOTOS)
    Tags:
    rei, governador, Bíblia, escavação, descoberta, Jerusalém
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar