16:32 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    260
    Nos siga no

    As autoridades sírias encontraram duas covas coletivas de militares e civis mortos pelo grupo terrorista islâmico Daesh na vizinhança da cidade de Raqqa, informou a mídia local.

    A agência de notícias local SANA revelou a informação neste sábado, citando um líder de campo onde os corpos de 115 pessoas foram encontrados na primeira cova.

    Os restos mortais foram enviados para um hospital militar na cidade de Aleppo, no norte da Síria.

    De acordo com a mídia, várias vítimas já foram identificadas.

    O serviço de notícias acrescentou que, depois de exumar corpos do primeiro túmulo, os especialistas envolvidos no processo se mudaram para o segundo túmulo.

    Recentemente, o Daesh foi completamente expulso do território sírio, de acordo com as autoridades de Moscou e Damasco. Já os Estados Unidos negam a informação, mas admitem que a derrota completa dos jihadistas está próxima.

    O governo de Bashar Assad ainda duela contra militantes de oposição em alguns pontos do país, em um conflito que começou em 2011.

    Mais:

    Daesh está procurando 'novas terras' para se fixar
    Daesh reivindica autoria por ataque terrorista de São Petersburgo
    EUA evacuam chefes do Daesh de Deir ez-Zor em helicópteros da coalizão internacional
    Tags:
    violência, covas coletivas, terrorismo, guerra síria, conflito sírio, SANA, Daesh, Bashar Assad, Aleppo, Raqqa, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar