23:14 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Protestos na Palestina contra decisão de Trump sobre Jerusalém

    Parlamentar iraniano alerta sobre violência caso EUA transfiram embaixada para Jerusalém

    © Sputnik / Issam Al-Rimawi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    690

    A transferência da embaixada dos Estados Unidos para Jerusalém desencadeará a violência, alertou o presidente do parlamento iraniano, Ali Lariyani.

    "As pessoas, os palestinos, não ficarão calados, haverá uma rebelião, uma guerra", afirmou Lariyani ao qualificar de "aventureira" a decisão do presidente norte-americano.

    O líder parlamentar iraniano fez esta declaração em Islamabad, em um fórum que contou com a participação de legisladores do Afeganistão, China, Irã, Paquistão, Rússia e Turquia.

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou, no início de dezembro, a decisão de reconhecer Jerusalém como capital de Israel e colocar lá a embaixada norte-americana.

    O Congresso dos EUA aprovou a transferência da embaixada de Tel Aviv para Jerusalém em 1995, mas, desde então, a Casa Branca foi decretando o adiamento da aplicação desta lei, por se tratar de um tema extremamente sensível para o mundo árabe e os adeptos do Islã.

    A decisão de Trump foi condenada pela maioria dos países muçulmanos e gerou críticas de outros Estados e instituições internacionais que consideram agora qualquer perspectiva de paz no Oriente Médio menos viável.

    Mais:

    EUA e Israel sozinhos: China apoia Jerusalém Oriental como capital da Palestina
    EUA perderam seu papel de mediador no Oriente Médio, diz presidente da Palestina
    Países muçulmanos reconhecem Jerusalém Oriental como capital da Palestina
    Tags:
    embaixada, capital, Donald Trump, EUA, Jerusalém, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik