23:30 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Sessão do Conselho de Segurança da ONU

    Por que EUA vetaram resolução da ONU sobre Jerusalém?

    © REUTERS / Mike Segar
    Oriente Médio e África
    URL curta
    A aventura da capital de Israel (89)
    1247
    Nos siga no

    A representante oficial dos EUA explica que fez o país tomar tal decisão na sessão de emergência do Conselho de Segurança da ONU dedicada a Jerusalém.

    Estados Unidos acreditam que se a resolução do Conselho de Segurança da ONU sobre Jerusalém fosse autorizada, teria trazido resultados mais negativos do que positivos, declarou a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert.

    De acordo com a representante oficial norte-americana, essa votação poderia resultar em um aumento de violência na região. "Não necessitamos de novos ataques", confirmou.

    EUA "continuam trabalhando em negociações de paz" sobre o Oriente Médio, afirmou.

    No início de dezembro, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel e assinou o documento sobre a transferência da embaixada norte-americana de Tel Aviv a esta cidade. A decisão do líder norte-americano agradou a Israel, mas resultou em uma onda de protestos nos países do Oriente Médio e na Palestina.

    Em 8 de dezembro, o Conselho de Segurança da ONU convocou uma sessão de emergência para enfrentar o movimento unilateral dos Estados Unidos que desencadeia a agitação global.

    Todos os outros 14 membros do Conselho de Segurança apoiaram a resolução apresentada pelo Egito, que participa do órgão como membro rotativo, mas a embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, utilizou o poder de veto detido por Washington.

    Israel e a Palestina estão encerrados em uma disputa de décadas sobre fronteiras e soberania. Israel conquistou Jerusalém da Jordânia durante a Guerra dos Seis Dias em 1967 e declarou a capital da cidade. A Palestina procura estabelecer Jerusalém Oriental como sua própria capital independente.

    Tema:
    A aventura da capital de Israel (89)

    Mais:

    14 votos a 1: EUA vetam resolução da ONU contra decisão de Trump sobre Jerusalém
    EUA vetarão resolução no Conselho de Segurança que proíbe reconhecimento de Jerusalém
    Conselho de Segurança da ONU marca votação sobre Jerusalém como capital de Israel
    Turquia desafia Israel: Erdogan diz que pretende abrir embaixada em Jerusalém Oriental
    Igreja Ortodoxa Russa: Jerusalém deve continuar sendo centro espiritual de três religiões
    Tags:
    negociações de paz, conflito, capital, veto, resolução, Conselho de Segurança da ONU, Heather Nauert, Donald Trump, Oriente Médio, Jerusalém, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar