19:26 20 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    U.S. President Donald Trump (L) and Israel's Prime Minister Benjamin Netanyahu speak to reporters before their meeting at the King David Hotel in Jerusalem May 22, 2017

    'Obrigado, presidente Trump', diz Netanyahu sobre veto dos EUA na ONU

    © REUTERS / Jonathan Ernst
    Oriente Médio e África
    URL curta
    A aventura da capital de Israel (89)
    121613

    O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu agradeceu Washington pelo seu veto que barrou a resolução contrária ao reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

    "Obrigado, embaixadora Haley", escreveu o premiê no Twitter. "A verdade derrotou as mentiras. Obrigado, presidente Trump. Obrigado, Nikki Haley".

    Nesta segunda-feira (18), a embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, vetou a resolução que estabelecia que os países deveriam interromper o estabelecimento de missões diplomáticas em Jerusalém. O texto, apresentado pelo Egito, um dos membros rotativos do Conselho de Segurança, também afirmava que a cidade deveria ter seu status estabelecido por meio de negociações.

    A comunidade internacional não reconhece Jerusalém como capital do Estado israelense.

    Já os palestinos afirmaram que o veto é "inaceitável".

    O porta-voz do presidente da Palestina, Mahmud Abbas, disse à AFP que os Estados Unidos estão isolados já que foram o único país contrário à resolução.

    Tema:
    A aventura da capital de Israel (89)

    Mais:

    Turquia desafia Israel: Erdogan diz que pretende abrir embaixada em Jerusalém Oriental
    Igreja Ortodoxa Russa: Jerusalém deve continuar sendo centro espiritual de três religiões
    Erdogan: muçulmanos podem perder Meca se falharem em proteger Jerusalém
    EUA e Israel sozinhos: China apoia Jerusalém Oriental como capital da Palestina
    Daesh ameaça atacar Nova York após decisão de Trump sobre Jerusalém
    Decisão de Trump sobre Jerusalém lança alicerces para nova guerra árabe-israelense?
    Analista: situação em torno de Jerusalém está 'esquentando'
    Países muçulmanos reconhecem Jerusalém Oriental como capital da Palestina
    Queda de braço por Jerusalém está acirradíssima
    Tillerson revela quando embaixada dos EUA será transferida para Jerusalém
    Erdogan propõe reconhecimento de Jerusalém como capital da Palestina
    'Sangue e caos': príncipe saudita chama Trump de 'oportunista' por decisão sobre Jerusalém
    Tags:
    Conselho de Segurança da ONU, ONU, Benjamin Netanyahu, Mahmud Abbas, Donald Trump, Estados Unidos, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik