19:32 19 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2110
    Nos siga no

    Autoridades do Ministério das Antiguidades egípcio anunciaram a descoberta de duas novas tumbas em Luxor, no sul do país. As novas atrações têm pelo menos 3500 anos e estão localizadas a oeste do rio Nilo. Inscrições nas paredes indicam que tratava-se de um cemitério para nobres e poderosos.

    Uma das tumbas contém pinturas nas paredes e artefatos de madeira condizentes com a 18ª dinastia, entre os reinos de Amenófis II e Tutmés IV. A outra contém dois eixos funerários com máscaras de madeira, cones funerários, 450 estátuas, vasos de barro e uma múmia, além de uma gravura do faraó Tutmés I pintada no teto.

    "É realmente um dia excepcional", disse o ministro de Antiguidades, Khaled Anani, citado pela agência Associated Press. "As tumbas particulares da 18ª dinastia já eram conhecidas, mas é a primeira vez que vamos entrar nas duas tumbas", afirmou.

    O ministro completou a fala dizendo que o Egito espera impulsionar o turismo com as novas descobertas, setor primordial para a economia egípcia e bastante prejudicado pelos protestos da Primavera Árabe em 2011.

    Tags:
    Rio Nilo, Primavera Árabe, Ministério das Antiguidades do Egito, Associated Press, Khaled Anani, Amenófis II, Tutmés I, Tutmés IV, Luxor, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar