11:25 24 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Um soldado afegão perto da bandeira do Daesh

    Militantes do Daesh tentam se aproximar da Rússia reforçando posições no Afeganistão

    © AFP 2018 / NOORULLAH SHIRZADA
    Oriente Médio e África
    URL curta
    234

    Mohammad Feisal Sami, deputado do Afeganistão, confirmou o fato da expansão de áreas cultivadas com drogas que está ligada ao aumento da presença dos grupos terroristas nas áreas do país não controladas pelo governo.

    "O contrabando e o terrorismo estão interligados. A razão principal do aumento ultimamente das áreas cultivadas com drogas é [a atividade] de grupos terroristas no Afeganistão. A maior parte das drogas é cultivada nos territórios não controlados pelo governo. Nestas áreas a cultivação de drogas atingiu o nível máximo. Este fato influencia não só [a situação] no Afeganistão, mas também nos outros países do mundo e da região", afirmou Feisal Sami à Sputnik Dari.

    O parlamentário do Afeganistão acrescentou que os militantes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) pretendem reforçar a sua presença no norte do país para depois penetrar nos países da Ásia Central e depois no território da Rússia.

    "Os militantes do Daesh iniciaram as suas atividades no território da província de Nangarhar e nas regiões orientais do país. Ultimamente eles tentam expandir a sua influência para as regiões do norte: para as províncias de Faryab, Sari-Pul, Jauzjan, Kunduz, Baqlan e Badakhshan, que fazem fronteira com os países da Ásia Central", afirmou ele.

    De acordo com ele, o terrorismo e tráfico de drogas no Afeganistão não podem ser vencidos sem os esforços coordenados dos países da região e das grandes potências mundiais.

    O deputado afegão acrescentou que para combater o terrorismo o seu país precisa da ajuda financeira e política dos países da região, incluindo a Rússia.

    "Infelizmente, nos 16 anos da sua missão no Afeganistão, as tropas estrangeiras não alcançaram o êxito absoluto na sua luta com estes fenômenos. Esperamos que, junto com as forças da OTAN estacionadas no país, os países da região, particularmente a Rússia, prestem apoio técnico, financeiro e político na luta contra estes dois fenômenos, nomeadamente contra o tráfico de drogas e terrorismo", sublinhou Feisal Sami.

    Ele acrescentou que o governo do Afeganistão vai tentar criar condições favoráveis para a atividade da Rússia no Afeganistão.

    Mais:

    Rússia e China estão preocupadas com crescimento do Daesh no Afeganistão
    EUA planejam libertar Afeganistão do Daesh em 2017
    Tags:
    política, militantes, luta, tráfico de drogas, cultivo, drogas, terrorismo, Daesh, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik