23:04 18 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Situação no Iêmen

    Correspondente da Sputnik desaparecido no Iêmen entra em contato com família

    © REUTERS / Khaled Abdullah
    Oriente Médio e África
    URL curta
    150

    O correspondente da Sputnik entrou em contato pela primeira vez em dois dias, informou a esposa dele à Sputnik.

    "Não havia contato com meu marido, mas 15 minutos atrás conseguimos falar brevemente por telefone. Ele disse que tudo está bem e que os houthis não os intimidam, mas não dizem quando vão libertar os reféns. Alguns dizem que dentro de dois dias", contou a mulher.

    Um menino olha para a câmera enquanto se senta nos destroços de uma casa destruída por um ataque aéreo liderado pelos sauditas nos arredores de Sanaa, Iêmen.
    © REUTERS / Mohamed al-Sayaghi
    A família do correspondente inclui seus cinco filhos, eles estão assustados com a detenção do pai. A mulher destacou que sua casa foi revistada pela polícia e que na terça-feira (5) a situação em Sanaa melhorou.

    No sábado (2), os rebeldes ocuparam o centro de televisão, onde fica o canal Yemen Today em que colaborava o correspondente da Sputnik. Ele e mais 41 pessoas estão detidos pelos houthis. O canal Yemen Today é considerado ligado ao ex-presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh. O canal transmitiu o discurso do presidente em que ele apelou à revolta contra os houthis e proibiu os militares de obedecerem às ordens dos rebeldes.

    Na segunda-feira (4), os rebeldes mataram o ex-presidente Saleh e divulgaram fotos e vídeos do seu cadáver.

    Mais:

    Fim da crise? Qual é o futuro do Iêmen após a morte do ex-presidente Saleh?
    Coalizão liderada pela Arábia Saudita ataca Ministério da Defesa do Iêmen
    Coalizão árabe acusa Irã de armar houthis no Iêmen
    Tags:
    houthis, rebeldes, correspondentes, Sputnik, Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar