20:35 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2150
    Nos siga no

    O ministro da Indústria da Síria, Ahmed al-Hamu, contou em entrevista à Sputnik que, após serem libertadas dos terroristas, muitas empresas sírias voltaram a funcionar.

    Segundo o ministro, na província de Homs, a fábrica de produção de fertilizantes recomeçou o funcionamento após um intervalo de dois anos.

    "Agora, produz diariamente 350 toneladas de superfosfato e se planeja aumentar a produção em 25%", disse ele à Sputnik Árabe.

    Ahmed al-Hamu sublinhou que a fábrica voltou a funcionar no tempo certo, visto que a temporada de sementeiras começa precisamente agora. O volume de produção da fábrica será aumentado já neste mês, segundo o ministro.

    O ministro sírio acrescentou que só foi possível recomeçar a produção após o abastecimento com matérias-primas e que, para isso, foi estabelecida a coordenação entre empresas de setores semelhantes.

    Ahmed al-Hamu também destacou o trabalho dos funcionários da fábrica, que voltaram ao trabalho apesar de várias dificuldades.

    No início de novembro, o exército sírio estabeleceu o controle sobre Deir ez-Zor, cidade que tem importância estratégica porque está situada no cruzamento das estradas que ligam a parte oriental com o centro e oeste do país.

    Atualmente, o exército sírio continua combatendo contra os terroristas restantes do Daesh na fronteira com o Iraque.

    Mais:

    Ônibus com migrantes da Síria sofre grave acidente na Turquia
    Imprensa: ataque israelense na Síria tinha como objetivo destruir uma base militar do Irã
    Tags:
    recuperação, fábricas, indústria, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar