06:07 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Ruínas do hospital apoiado pela ogranização Médicos Sem Fronteiras, destruído em 15 de fevereiro, província de Idlib, Maaret al-Nuuman, Síria

    Após quase 7 anos de guerra civil, EUA planejam construir bunkers na Síria

    © AFP 2019 / GHAITH OMRAN / AL-MAARRA TODAY
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7124
    Nos siga no

    O congressista do estado da Pensilvânia (EUA), Brendan Boyle, apresentou ao Congresso o projeto de lei que supõe a criação de "construções fortificadas subterrâneas" na Síria.

    De acordo com o político, na Síria, nos últimos seis anos ocorreram "mais de 400 ataques contra hospitais e instalações civis" que resultaram na morte de cerca de 800 médicos. Nessa conexão, os bunkers devem ser construídos para proteger médicos e voluntários, principalmente dos Capacetes Brancos (organização considerada como pacificadora na Europa e nos EUA).

    Entretanto, o político norte-americano não indica quem é responsável pelos ataques a instalações civis, mas acusa Rússia e Síria de atacar médicos que operam no país. No entanto, o documento apresentado por ele não contém prova nenhuma dessas acusações.

    Segundo opina o diretor do Centro de relações russo-americanas do Instituto dos EUA e Canadá da Academia de Ciências da Rússia, Pavel Podlesny, tal iniciativa pode ser considerada uma ameaça à resolução da crise síria.

    "Acredito que não é o último passo dos EUA. É uma expressão de irritação causada pela declaração que foi assinada em Da Vang [cidade no Vietnã], por Vladimir Putin e Donald Trump [presidentes da Rússia e EUA respectivamente]. Agora é difícil dizer se os bunkers foram construídos ou não. Isso dependerá do poder executivo, em particular da decisão tomada pelo Departamento de Estado [dos EUA]", declarou o especialista político em entrevista ao canal RT.

    Mais:

    Com 'EUA perdidos na Síria', guerra mais sangrenta estaria se aproximando do Oriente Médio
    Coalizão liderada pelos EUA reconhece ter matado 800 civis no Iraque e na Síria
    EUA não deixarão a Síria, afirma ex-oficial da CIA
    Pentágono anuncia número oficial de militares no Afeganistão, Iraque e Síria
    Oposição síria diz que processo político prevê retirada das tropas estrangeiras do país
    Tags:
    hospitais, bunker, mortos, projeto de lei, médicos, guerra civil, Capacetes Brancos, Academia de Ciências da Rússia, Congresso dos EUA, Donald Trump, Vladimir Putin, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar