23:42 15 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Um miliciano xiita reza em frente a uma cova onde se acredita estar o corpo de um soldado iraquiano.

    No Iraque foram descobertas valas comuns com mais de 100 civis mortos pelo Daesh

    © AP Photo / Khalid Mohammed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    223

    As milícias iraquianas encontraram valas comuns com restos mortais de aproximadamente 140 civis, inclusive crianças e mulheres, perto da cidade de Sinjar, noroeste do país, tendo as vítimas sido assassinadas pelo Daesh, agrupamento terrorista proibido na Rússia e em vários outros países, comunica o site das milícias xiitas.

    A cidade de Sinjar, na província de Nínive, foi completamente libertada dos terroristas no ano corrente e é considerada como um centro residencial dos yazidis, minoria religiosa iraquiana.

    De acordo com o portal, na primeira vala, situada ao sul de Sinjar, as milícias acharam os restos mortais de cerca de 80 pessoas, predominantemente yazidis. Já na aldeia de Kabusi, também ao sul da cidade, as milícias iraquianas encontraram outra vala com restos mortais de 20 mulheres e dezenas de crianças de origem yazidi.

    As milícias frisaram que ao local do enterramento virão especialistas para estabelecer a identidade das vítimas dos terroristas através de testes de DNA.

    Mais:

    Grupo pró-Daesh prega ataques terroristas contra crianças no Ocidente
    Ministério da Defesa da Rússia divulga vídeo do ataque aéreo contra Daesh em Deir ez-Zor
    Daesh sofre baixas após ataque aéreo de bombardeiros russos
    Tags:
    civis, vala comum, Daesh, milícias xiitas, Sinjar, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik