05:54 17 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Armazéns de armas de terroristas encontrados em Deir ez-Zor

    Opinião: EUA tinham 'esquema engenhoso' de entregar armas ao Daesh

    © Sputnik / Morad Saeed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    20254
    Nos siga no

    O exército sírio encontrou armamentos de fabricação estadunidense nos armazéns do Daesh, organização terrorista proibida na Rússia. O especialista Semyon Bagdasarov afirmou que estes fornecimentos vieram à tona porque a situação na Síria começou a se desenvolver de modo contrário ao esperado por Washington.

    Ontem (30), a agência SANA comunicou, citando uma fonte anônima, que os militares sírios encontraram armas americanas e europeias em várias regiões da província de Deir ez-Zor libertadas do Daesh.

    Assim, um dos comandantes de campo informou que tinham sido achados armamentos ligeiros e pesados nas áreas de al-Ashara, Sbeikhan e al-Salyhia, no sudeste da província de Deir ez-Zor. Entre eles, foram encontradas centenas de munições e armas produzidas nos países ocidentais.

    Mais cedo, uma fonte militar síria que participou da operação de libertação da província havia relatado à Sputnik que nos armazéns dos terroristas do Daesh tinha sido encontrado grande número de armas, inclusive fuzis, sistemas antitanque e canhões de fabricação estadunidense e israelense.

    Já em outubro, militares do exército sírio mostraram armamentos estadunidenses, belgas, britânicos e israelenses achados na cidade de al-Mayadin.

    Os militares frisam que os radicais na Síria obtêm armamentos comprados através do programa do Pentágono de ajuda aos aliados.

    O diretor do Centro de Estudos do Oriente Médio e Ásia Central, Semyon Bagdasarov, disse ao serviço russo da Rádio Sputnik que os estadunidenses tinham um "esquema engenhoso" para entregar armamentos e equipamentos ao Daesh.

    "O fato dos norte-americanos terem fornecido armamentos ao Daesh não é segredo nenhum. O esquema das suas ações era o seguinte: os estadunidenses partiam do princípio que havia uma organização chamada Daesh, apoiada por uma série de tribos nômadas sunitas na província de Deir ez-Zor, em Raqqa, e se fornecessem armas a estas tribos, cedo ou tarde o Daesh tomaria Damasco e, quando isto sucedesse, seria possível simplesmente "comprar" a cidade. Era este o esquema engenhoso. Mas, depois, as coisas não resultaram de forma tão simples. Foi só naquele momento que os americanos entenderam que deviam fazer algo completamente diferente", resumiu o analista.

    Mais:

    Grupo pró-Daesh prega ataques terroristas contra crianças no Ocidente
    Israel poderia precisar do Daesh para conter Irã
    Terroristas do Daesh plantaram explosivos em quase todos os edifícios no centro de Raqqa
    Tags:
    armas, armazém, Daesh, Deir ez-Zor, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar