22:42 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3510
    Nos siga no

    O deputado iraquiano da UPC (União Patriótica do Curdistão), Muhammad Hadji Osman, informou sobre a aparição de um grupo militar norte-americano na cidade de Kirkuk. A Sputnik Turquia falou com o político e perguntou sobre o propósito desta formação.

    "Ontem à noite (29), na cidade de Kirkuk apareceu um grupo militar composto de forças da coalizão, que se instalou na base militar Kaiwan", afirmou à Sputnik Turquia, Hadji Osman, acrescentando que o grupo militar dos EUA com aviões e ônibus se instalou na cidade a pedido dos curdos iraquianos. Autoridades do Iraque autorizaram sua permanência.

    O deputado explicou que os militares estrangeiros chegaram para proteger os direitos dos curdos.

    "Uma semana atrás, encontramo-nos em Bagdá com um dos oficiais norte-americanos de alto escalão e o pedimos para trazer de volta um grupo de militares compostos de forças da coalizão a Kirkuk", contou Hadji Osman assinalando que, desde os eventos de 16 de outubro, quando as forças iraquianas restabeleceram o controle sobre a cidade após a tentativa falha dos curdos de se proclamarem independentes, em Kirkuk os direitos dos curdos vêm sendo violados pelas autoridades iraquianas. 

    "Além disso, foram reveladas violações múltiplas administrativas, eles [iraquianos] se apropriaram de campos e de muitas propriedades", acrescentou Hadji Osman. 

    Ele frisou também que "a meta principal deste grupo militar é a criação de um comitê interno composto de forças de Kirkuk […] que deveria proteger toda a população de Kirkuk da tirania e opressão, bem como garantir a segurança e estabilidade na província".

    O deputado recordou que em Kirkuk, depois de 2003, já existiu uma força similar que "de verdade mostrou resultados significativos". 

    Mais:

    Todos os campos de petróleo de Kirkuk estão sob controle das autoridades do Iraque
    Turquia quer ajudar Iraque a combater curdos em Kirkuk
    Peshmerga: governo iraquiano pagará caro pela operação em Kirkuk
    Tags:
    base militar, militares, Curdistão, Iraque, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar