18:25 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Cartum, capital do Sudão

    Sudão está pronto para instalar base naval russa no mar Vermelho

    © AFP 2018 / KHALED DESOUKI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4320

    O Sudão está disposto a instalar uma base naval russa no litoral do mar Vermelho para combater contrabando e tráfico de escravos. Foi isso que comunicou à Sputnik o chefe do Comitê de Defesa e Segurança do parlamento do país africano, Al-Hadi Adam Hamid.

    "Acho que seria consciente e certo que as autoridades russas concordassem em montar uma base naval no litoral do mar Vermelho. Sem dúvidas, este ato se encaixaria no quadro da colaboração entre os países no campo econômico e militar. Gostaria de frisar que o Sudão está disposto a aceitar bases navais russas, pois seria uma colaboração excelente", afirmou Hamid.

    O político sublinhou a importância de colaboração com a Rússia no campo técnico-militar. Ele recordou também sobre a extensão das fronteiras navais do Sudão. 

    "Nós registramos uma grande quantidade de crimes: embarcações entram em nossas águas territoriais, pescam ilegalmente, barcos de pesca também violam nossas fronteiras", afirmou Hamid.

    "No mar Vermelho o volume de tráfico de escravos e contrabando é significante […] Nós, como parte da comunidade internacional, devemos lutar contra tais crimes, proteger nosso litoral, por isso nossa colaboração com a Rússia e a criação de uma base não é algo anormal. Tempos modernos exigem isso, colaborações deste tipo são percebidas em todos os países", assinalou ele.

    O presidente do Sudão, Omar al-Bashir, que pela primeira vez visitou a Rússia no sábado (25), afirmou em entrevista à Sputnik que falou com o presidente russo, Vladimir Putin, e com o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, sobre a possibilidade de instalação no Sudão de uma base naval russa até então sem assinatura de acordo.

    Mais:

    Embaixada da Rússia no Sudão divulga causa da morte do embaixador russo
    Embaixador russo no Sudão encontrado morto em sua residência
    Seis trabalhadores humanitários mortos em emboscada no Sudão do Sul
    Tags:
    colaboração, base naval, Rússia, Sudão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik