20:22 21 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    038
    Nos siga no

    O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman Saud, qualificou o líder supremo do Irã, Ali Khamenei, como o "novo Hitler do Oriente Médio".

    "O líder supremo do Irã é o novo Hitler do Oriente Médio", afirmou Mohammed bin Salman em uma entrevista ao diário norte-americano The New York Times.

    O príncipe deu o exemplo da Europa, onde "a política de apaziguar o agressor" não funcionou.

    "Não queremos que o novo Hitler do Irã repita no Oriente Médio o que se passou na Europa", comentou.

    O Ministério das Relações Exteriores saudita chamou o Irã em outra ocasião de "principal país do mundo patrocinador do terrorismo".

    A Arábia Saudita rompeu as relações diplomáticas com o Irã em janeiro de 2016, depois de manifestantes terem atacado os seus edifícios diplomáticos em Teerã e Mexed, como consequência da execução do profeta xiita Nimr Baqr Nimr em Riad.

    O Bahrein, o Sudão e Djibuti estão solidários com a Arábia Saudita e cortaram também as relações diplomáticas com o país persa.

    Mais:

    Irã: Riad 'alimenta terroristas e trava guerra', enquanto Teerã trabalha para a paz
    Ministro israelense admite laços secretos de Israel com vários países árabes e muçulmanos
    Riad e aliados voltam a acusar Irã e Hezbollah de interferência em outros países
    Tags:
    Mohammed bin Salman, Hitler, Aiatolá Ali Khamenei, xiitas, terrorismo, patrocinadores, profeta, relações diplomáticas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar