18:28 21 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Presidente eleito zimbabuano, Emmerson Mnangagwa, no Estádio Nacional em Harare, em 24 de novembro durante cerimônia de tomada de posse, Harare

    Depois de exilado, Emmerson Mnangagwa é o novo presidente do Zimbábue

    © AFP 2018 / Marco Longari
    Oriente Médio e África
    URL curta
    'Transição sem sangue' no Zimbábue (19)
    120

    Ex-vice-presidente, Emmerson Mnangagwa, tornou-se presidente interino do Zimbábue.

    Multidão está reunida no Estádio Nacional zimbabuano, com capacidade para 60 mil pessoas, na capital Harare, para testemunhar a tomada de posse do presidente.

    Quando Mnangagwa chegou ao estádio, pessoas começaram a gritar e cantar em sua homenagem. Um grupo pequeno de líderes regionais se juntou à cerimônia, incluindo os de Botsuana, Moçambique e Zâmbia.

    Espera-se que, depois da cerimônia, Mnangagwa anuncie seu gabinete de ministros, segundo comunicou a mídia local.

    Ele ocupará o cargo presidencial até agosto de 2018, ou seja, até o fim do mandato de Mugabe; o povo vai eleger, posteriormente, seu novo líder.

    Também comunicaram antes que Robert Mugabe não poderá assistir à tomada de posse por precisar descansar dos recentes "eventos frenéticos".

    No dia 6 de novembro, Mugabe afastou Mnangagwa de suas funções, fazendo com que o ex-vice-presidente deixasse o país por questões de segurança. A crise política no país atingiu destaque internacional com a atitude do então presidente.

    Na semana passada, os militares instalaram veículos blindados em Harare, confinando Mugabe em sua residência. Depois de Mugabe se recusar a fazer vontade do partido, ou seja, de abandonar suas funções, o partido governante decidiu dar entrada ao processo de impeachment, anunciando em 21 de novembro a saída de Mugabe.

    Mas depois Mugabe optou pela transição tranquila de poder e na carta ao parlamento escreveu que estava se demitindo voluntariamente, incitando celebrações por todo o país.

    Tema:
    'Transição sem sangue' no Zimbábue (19)

    Mais:

    Mugabe obtém imunidade como parte do acordo de renúncia
    EUA: renúncia de Mugabe é um 'momento histórico' para Zimbábue
    Oficiais são ordenados a expulsar Mugabe, diz porta-voz do parlamento zimbabuano
    Tags:
    militares, demissão, inauguração, impeachment, crise, Robert Mugabe, Zimbábue
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik