05:43 11 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Forças Especiais do Exército libanês patrulham ruas de Ras Baalbek, no vale do Becaa (foto de arquivo)

    Chefe do exército libanês ordena plena preparação de tropas na fronteira com Israel

    © AP Photo/ Hussein Malla
    Oriente Médio e África
    URL curta
    10163

    O chefe do exército libanês ordenou "plena preparação" na fronteira do sul para encarar "ameaças dos inimigos israelenses e suas violações", militares libaneses declararam na terça-feira (21).

    O comandante e general do exército libanês, Joseph Aoun, ordenou "incessante vigilância" aos seus soldados para "bom cumprimento" da resolução da ONU número 1701 no intuito de "manter estabilidade" na fronteira com Israel, comunicou a agência de notícias Reuters.

    O exército libanês é responsável pela segurança do seu lado da fronteira de acordo com a resolução que pôs fim à guerra em 2006 entre Israel e o movimento libanês Hezbollah.

    Há alguns dias, Gebran Bassil, ministro libanês das Relações Exteriores, destacou que a situação atual na região parece envolver muitos outros países, mencionando em particular os EUA e Israel. "Não devemos provocar uma guerra com Israel simplesmente porque há muitas chances de ele perder. Devemos impedir que Israel comece uma guerra, porque o Líbano ganharia com certeza."

    Bassil acredita que haja atualmente uma campanha contra o Líbano no Oriente Médio. No entanto, resumiu, "mesmo que Líbano seja o provável vencedor de uma guerra, isso não significa que queira combater".

    Mais:

    'Rumores': premiê do Líbano nega que tenha sido detido na Arábia Saudita
    'Basta!': Sauditas dizem que Líbano virou 'refém' do Hezbollah por influência do Irã
    Chanceler do Líbano afirma que a crise em seu país é fruto de interferência externa
    Tags:
    tropas, exército, tensão, guerra, Hezbollah, Gebran Bassil, Israel, Líbano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik