21:57 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    'Transição sem sangue' no Zimbábue (19)
    411
    Nos siga no

    O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, de 93 anos, teria aceitado as condições para sua demissão, o rascunho da declaração foi preparado com antecedência, o CNN cita uma fonte desconhecida.

    O exército zimbabuano concordou com muitas ordens de Mugabe, incluindo a sua plena imunidade e a da sua esposa Grace, bem como a preservação de seus bens privados depois da resignação, declarou a fonte citada pelo canal CNN.

    ​Anteriormente, o Comitê Central da União Nacional Africana do Zimbábue — Frente Patriótica (ZANU PF, na sigla em inglês), afastou Mugabe das funções de primeiro-secretário do partido, exigindo a entrega da presidência do país até meio-dia da segunda-feira (20).

    Na quarta-feira (15), militares zimbabuanos tomaram o controle do centro de televisão na capital do país, bem como da residência presidencial. Durante conversa telefônica com o seu homólogo da África do Sul, Jacob Zuma, Mugabe confirmou que os militares estariam mantendo-o preso em casa.

    De acordo com notícias, Grace Mugabe, primeira-dama e única possível sucessora à presidência do país, escapou do Zimbábue, e o vice-presidente demitido, Emmerson Mnangagwa, voltou à capital para governar. Anteriormente, oito dos dez comitês provinciais de coordenação do partido solicitaram que Mugabe abandonasse o cargo presidencial e liderança do partido.

    No sábado (25), as ruas de Harare foram tomadas por milhares de jovens, que dançaram e cantaram à espera da demissão de Mugabe.

    Tema:
    'Transição sem sangue' no Zimbábue (19)

    Mais:

    Mugabe ignora pedidos de renúncia em discurso na TV
    Mugabe concorda em abandonar a presidência do Zimbábue
    Mugabe foi destituído de presidente do partido governante do Zimbábue
    Tags:
    condições, militares, exército, demissão, Robert Mugabe, Zimbábue
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar