15:38 21 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    João Lourenço durante a cerimônia da sua posse como presidente de Angola, 26 de setembro de 2017

    Presidente angolano retira gestão de TV pública dos filhos do seu antecessor

    © AFP 2017/ Ampe Regerio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6129960

    O angolano, João Lourenço, ordenou ao Ministério da Comunicação Social retirar a gestão do canal 2 da Televisão Pública de Angola (TPA) da empresa Semba Comunicação, pertentence aos filhos do seu antecessor.

    A informação, citada pelo jornal português Diário de Notícias, é de um comunicado divulgado nesta quarta-feira (15) pelo ministério citado.

    A Semba Comunicação é administrada pelos irmãos Welwitshea "Tchizé" e José Paulino dos Santos "Coreon Du", que são filhos do ex-presidente do país, José Eduardo dos Santos.

    "Cessam a partir desta data todos os contratos entre o ministério em questão, a TPA e as empresas privadas Westside e Semba Comunicação", lê-se no comunicado.

    A Westside era responsável pela coordenação do canal TPA Internacional.

    Em nota, o ministro da Comunicação Social, João Melo, afirma que os canais "devem retornar ou passar para a esfera jurídica da TPA".

    Esta ordem presidencial surge no mesmo dia em que João Lourenço exonerou outra filha do ex-presidente, Isabel dos Santos, da gestão da principal petrolífera do país, Sonangol. Isabel dos Santos já assumiu a posição de mulher mais rica da África.

    Já o presidente comentou também que "não há democracia sem liberdade de expressão, sem liberdade de imprensa", sublinhando que estes são "direitos consagrados na nossa Constituição e que o executivo angolano, antes do que quaisquer outras instituições do Estado angolano, tem a obrigação de respeitar e cumprir".

    Tags:
    Televisão Pública de Angola, Isabel dos Santos, João Lourenço, José Eduardo dos Santos, Angola
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik