07:52 21 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Torcedores sírios comemoraram muito o empate com o Irã, resultado que mantém a seleção síria viva na busca por uma vaga na Copa do Mundo de 2018, na Rússia

    Como situação se alterará na Síria após encontro entre Putin e Trump?

    © REUTERS/ Russia Picture Service
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4102360

    Durante o encontro dos presidentes da Rússia e dos EUA, foi aprovada a declaração conjunta sobre a Síria. De acordo com o deputado sírio Muhannad al Haj Ali, esta é a boia de salvação russa, para os EUA manterem a sua imagem de grande potência e saírem da Síria sem uma derrota completa.

    Haj Ali afirmou à Sputnik Árabe, que a Síria tem que continuar com as iniciativas militares e resolver a questão curda. 

    "Deve entender-se que nem todos os curdos querem a desintegração, eles devem ser distinguidos daqueles que permanecem leais ao governo", sublinhou o deputado sírio à Sputnik Árabe.

    O analista político russo Andrei Ontikov, acredita que a situação em torno da questão curda na Síria é tensa. De acordo com ele, os EUA não renunciarão a ideia de federalização ou divisão da Síria, o que mostra o apoio contínuo dos curdos sob o pretexto da luta contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e nos outros países). Enquanto a Rússia insiste na integridade da Síria. 

    "Sem dúvidas o encontro entre o presidente russo e norte-americano é muito importante […] Resolução política ou uma nova onda de guerra, mas agora com as forças democráticas sírias, curdos e etc. A guerra pode se prolongar. Isto deveria ser tema do diálogo entre os presidentes", apontou Andrei Ontikov.

    A Rússia fez muitas concessões por causa da resolução pacífica e nunca se renunciará do princípio da integridade da Síria. O país não exige as permissões dos EUA, mas exige a resolução política da crise.

    Mais:

    Chefe do Pentágono designa condição para saída das tropas norte-americanas da Síria
    Putin defende esforços para estabilização de longo prazo na Síria
    Tags:
    iniciativa, militar, diálogo, presidente, encontro, resolução, crise, Daesh, Donald Trump, Vladimir Putin, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik