21:07 06 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    33947
    Nos siga no

    Helicópteros dos EUA evacuaram os chefes estrangeiros do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) da cidade síria de Al-Mayadin duas semanas antes do início da operação de libertação da cidade pelo exército sírio, disseram à Sputnik vários habitantes da cidade.

    "A aviação militar norte-americana primeiro fez uma manobra […] próximo de uma quinta na zona de Al‑Mayadin. Depois [a aviação] realizou um ataque aéreo, nós nos tentamos esconder e vimos vários helicópteros norte-americanos. Em terra se encontravam os chefes estrangeiros do Daesh, que estavam esperando perto da sua base […]. Os helicópteros levaram-nos de Al‑Mayadin", afirmou um pastor local, Muhammad Awad Hussein.

    "Viu-os [os helicópteros]. A aviação norte-americana… primeiro o barulho dela, logo depois o ataque aéreo massivo nas aldeias vizinhas. Depois chegaram os helicópteros e levaram os chefes do Daesh, após isso os ataques pararam", acrescentou ele.

    De acordo com o homem de 79 anos, ele serviu no exército sírio e sabe distinguir a aviação norte-americana.

    Outros habitantes disseram à Sputnik que viram como dois chefes estrangeiros partiram com suas famílias em automóveis de Al-Mayadin em direção ao estado-maior do Daesh em Haydar. Depois chegaram os helicópteros e os levaram para lugar desconhecido.

    As forças governamentais sírias começaram a operação da libertação da cidade de Al‑Mayadin no início de setembro e, em 14 de outubro, a cidade foi totalmente libertada do Daesh.

    Em setembro uma fonte diplomática e militar confirmou à Sputnik que, em agosto, a Força Aérea norte-americana evacuou mais de 20 chefes militares do Daesh e seus combatentes mais próximos de Deir ez-Zor em direção ao norte da Síria.

    Mais:

    Bombardeiros estratégicos russos lançam ataques contra Daesh em Deir ez-Zor
    'Dragão russo' chega a Deir ez-Zor (FOTOS)
    General sírio responsável pela defesa de Deir ez-Zor é morto na sequência de explosão
    Tags:
    EUA, Daesh, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar