23:03 19 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Mohammad Javad Zarif, ministro das Relações Exteriores do Irã

    Daesh não tomou Damasco e Bagdá graças ao Irã, diz ministro ao criticar os EUA

    © REUTERS/ Lucas Jackson
    Oriente Médio e África
    URL curta
    17162

    A falta de vontade dos Estados Unidos de mudar sua posição sobre o papel do Irã no Oriente Médio é lamentável, disse o ministro do Exterior do país, Mohammad Javad Zarif, neste domingo.

    "Infelizmente, os americanos não querem corrigir seus pontos de vista em relação ao Irã e aceitar que Teerã contribui grandemente para a estabilidade e segurança regional, além da luta contra o terrorismo", disse Zarif, como citado pela agência IRNA.

    Zarif observou que, se não fosse pela dedicação do Irã, o grupo terrorista Daesh teria controlado as capitais da Síria e do Iraque, Damasco e Bagdá, bem como o centro do Curdistão iraquiano, Erbil.

    Em 13 de outubro, a Casa Branca afirmou que o comportamento "imprudente" do Irã, bem como o Corpo da Guarda da Revolução Islâmica (IRGC), representam uma das ameaças mais perigosas para os interesses dos EUA e a estabilidade regional.

    As autoridades dos EUA disseram que o papel do Irã foi desestabilizante e acreditou que Teerã usou conflitos e instabilidade regionais para expandir agressivamente sua influência regional e ameaças para seus vizinhos.

    Mais:

    Trump: EUA não precisam da União Europeia para ampliar sanções contra o Irã
    Guarda do Irã: programa de mísseis 'se expandirá e continuará' apesar da pressão dos EUA
    Olhe como se faz, Trump: Irã exalta projetos nucleares pacíficos com a Rússia
    Tags:
    guerra, terrorismo, acordo nuclear, Daesh, Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã, IRNA, Mohammed Javad Zarif, Erbil, Curdistão, Bagdá, Damasco, Síria, Iraque, Teerã, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik