18:07 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Os militares iraquianos e as milícias xiitas tentam retomar Ramadi das mãos do Estado Islâmico.

    Tillerson exige a retirada das tropas iranianas do Iraque

    © REUTERS /
    Oriente Médio e África
    URL curta
    10113

    O secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, exigiu neste domingo a retirada das "milícias" iranianas do Iraque. O chefe da diplomacia norte-americana participou de uma coletiva em Riad, onde está se reunindo com ministros dos países do golfo Pérsico, informou AFP.

    "Certamente as milícias iranianas que estão no Iraque, agora que a luta contra o grupo [terrorista] Daesh está chegando ao fim, essas milícias precisam ir para casa", disse Tillerson aos jornalistas.

    "Todos os combatentes estrangeiros precisam ir para casa".

    A visita de Rex Tillerson faz parte dos esforços norte-americanos de conter a influência dos xiitas iranianos na região e mais especificamente no Iraque, onde as milícias xiitas participaram de forma ativa dos combates contra o Daesh no norte do país.

    A visita de Tillerson também acontece após uma estratégia agressiva contra Teerã ter sido anunciada pelo presidente dos EUA, Donald Trump. O chefe de Estado anunciou que pretende cancelar o acordo sobre o programa nuclear do Irã, provocando o início de uma crise diplomática entre os dois países.

    Mais:

    Curdistão: Após ordem de prisão por referendo, Iraque e Irã planejam 'grande ataque'
    Turquia e Irã desempenham papel chave para paz na Síria e Iraque, diz Lavrov
    Novo conflito à vista? Exército do Irã e do Iraque se unem contra o Curdistão iraquiano
    Irã: EUA querem impedir controle sírio na fronteira com Iraque mais do que derrotar Daesh
    Arábia Saudita pede ajuda do Iraque para lidar com o Irã
    Ex-inimigos, Irã e Iraque assinam acordo por maior cooperação militar
    Tags:
    Daesh, milícias xiitas, Rex Tillerson, Arábia Saudita, Riad, Iraque, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik