15:15 20 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    A usina nuclear Bushehr no Irã (foto de arquivo)

    Olhe como se faz, Trump: Irã exalta projetos nucleares pacíficos com a Rússia

    © Sputnik/ Valeriy Melnikov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4108571

    O Irã agradeceu a Rússia por expandir sua lista de projetos atômicos conjuntos nos últimos anos e espera que a cooperação bilateral nesta área se acelere, disse o diretor da Organização de Energia Atômica do Irã (OEAI), Behruz Kamalvandi.

    "Gostaria de agradecer que a cooperação entre os nossos países tenha se expandido em vários ramos do átomo pacífico, embora precisemos acelerar a nossa cooperação para compensar as oportunidades perdidas e aproveitar ao máximo os esforços conjuntos, incluindo o talento em recursos humanos e realizações valiosas técnicas dos dois países ", disse ele.

    Durante um seminário russo-iraniano, celebrado em homenagem ao 25º aniversário da cooperação entre os dois países neste campo, Kamalvandi destacou os importantes resultados alcançados, citando a construção do primeiro bloco da central nuclear de Bushehr, concluída pela Rússia, e a construção de novos blocos para esta planta.

    "É digno de nota que em cada um dos casos de cooperação acima mencionados, todos os documentos necessários foram meticulosamente acordados e assinados por ambas as partes, e gostaria de enfatizar a importância de um cumprimento oportuno e preciso desses documentos", acrescentou.

    O funcionário sublinhou que a cooperação entre os dois países corresponde plenamente aos compromissos internacionais previstos no acordo sobre a não proliferação de armas nucleares, as garantias da AIEA e o Plano de Ação Conjunto e Integral sobre o programa nuclear do Irã.

    Correspondendo a este documento, é estabelecida a cooperação entre a OEAI e a empresa nuclear do estado russo, a Rosatom, que inclui a assinatura de um memorando sobre o transporte de materiais nucleares.

    A posição entre Teerã e Moscou no campo nuclear contrasta com a hostilidade direcionada por Washington contra o governo iraniano. O presidente estadunidense Donald Trump segue prometendo deixar o acordo nuclear, firmado com o Irã em 2015, o que pode levar a uma escalada de tensões no Oriente Médio.

    Mais:

    Líder do Irã: Teerã pode rasgar acordo nuclear 'em pedaços'
    Trump reforça 'chance real' de deixar acordo com Irã e especialista alerta: 'equivocado'
    Como tensão crescente entre EUA e Irã afeta mercado do petróleo
    Tags:
    energia nuclear, diplomacia, cooperação bilateral, programa nuclear, Organização de Energia Atômica do Irã (OEAI), Rosatom, Donald Trump, Behruz Kamalvandi, Rússia, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik