19:45 19 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Aiatolá Ali Khamenei.

    Líder do Irã: Teerã pode rasgar acordo nuclear 'em pedaços'

    © Sputnik/ Sergey Guneev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    475870

    O líder supremo do Irã, Aiatolá Ali Khamenei, declarou que seu país não abandonará o acordo nuclear conhecido como o Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês) a não ser que a outra parte o faça.

    Ao mesmo tempo, ele advertiu que, caso os EUA saiam do acordo, "o Irã o rasgará em pedaços".

    "Não quero perder tempo respondendo a críticas e mentiras do presidente dos EUA. É uma perda de tempo", afirmou Khamenei, citado pelo canal de televisão IRIB.

    Anteriormente, o líder supremo do Irã declarou que seu país já elaborou plano de resposta a uma possível saída dos EUA do acordo.

    Em 13 de outubro, o presidente dos EUA, Donald Trump, recusou-se a confirmar ao Congresso que o Irã cumpre o Plano de Ação Conjunto Global, apelando para que os legisladores analisem as "falhas significativas" do acordo nuclear e prometendo introduzir novas sanções contra Teerã, inclusive devido ao "apoio ao terrorismo".

    O presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse por sua vez que o Irã usa os mísseis e armas apenas para a sua defesa. No mesmo dia, o diretor da Organização Internacional de Energia Atômica  (OIEA), Yukiya Amano, confirmou que as autoridades iranianas cumpriram todas as suas obrigações no âmbito do JCPOA.

    O JCPOA estabelece as condições para que o programa nuclear iraniano funcione com fins estritamente energéticos. O acordo foi assinado em 2015 pelos líderes dos Estados Unidos, Alemanha, China, França, União Europeia, Rússia e do Reino Unido.

    Tags:
    acordo nuclear, relações internacionais, JCPOA, Donald Trump, Aiatolá Ali Khamenei, Irã, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik