00:52 18 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Uma vampira (imagem ilustrativa)

    ONU retira seu contingente de país africano por medo de... vampiros?

    CC0 / Pixabay
    Oriente Médio e África
    URL curta
    260

    A ONU foi obrigada a retirar uma parte do seu contingente de dois distritos do sul do Malawi devido à "caça aos vampiros" que resultou em cinco mortos na região, informa o Departamento de Segurança da ONU (UNDSS), citado pela agência Reuters.

    De acordo com o informe da organização, a crença em rituais de bruxaria, em que é necessário beber sangue humano, é muito popular nas áreas rurais deste país africano, um dos mais pobres do mundo.

    "Estes distritos são muito afetados por histórias recorrentes de ingestão de sangue humano e pela possível existência de vampiros", comunica o informe.

    Segundo informa à Reuters a coordenadora da ONU, Florence Rolle, "alguns soldados da ONU foram deslocados enquanto outros permanecem nos distritos, dependendo do lugar das suas operações".

    Ao todo, desde meados de setembro, 7 pessoas acusadas de serem vampiros foram linchadas no Malawi. Ao mesmo tempo, os caçadores de vampiros bloquearam várias estradas no sul do país.

    Entretanto, ela destacou que o UNDSS continua monitorando a situação nessa zona.

    O presidente de Malawi, Peter Mutharika, por sua vez, qualificou as informações sobre a situação como "angustiantes" e declarou ter ordenado uma investigação sobre as mortes dos supostos "vampiros".

    Em 2002, o Malawi também sofreu uma onda de violência provocada por rumores sobre vampiros.

    Mais:

    Cientistas: vampiros no Brasil passam a beber sangue humano
    Para não permitir apocalipse: Cientistas estabelecem origem da doença zumbi na África
    'Doença dos zumbis' se espalha pelas Américas, dizem cientistas
    Testes da vacina contra HIV iniciam-se este ano na África do Sul
    Não investigar riscos do zika após sua descoberta na África foi descaso da indústria
    Tags:
    funcionários, perigo, magia, ritual, mortes, sangue, vampiros, caçadores, caça, bruxaria, ONU, África
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar