19:43 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Militares dos EUA em Mossul, Iraque

    Rússia: coalizão internacional liderada pelos EUA finge que combate Daesh no Iraque

    © AFP 2017/ THOMAS COEX
    Oriente Médio e África
    URL curta
    481

    A coalizão internacional liderada pelos EUA reduziu drasticamente a intensidade dos ataques contra os terroristas no Iraque, informou o Ministério da Defesa russo.

    Depois do início da operação das tropas sírias contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) na província de Deir ez-Zor, a coalizão internacional liderada pelos EUA reduziu drasticamente a intensidade dos ataques contra os terroristas no Iraque, disse o representante oficial do Ministério da Defesa russo, major-general Igor Konashenkov.

    "No início de setembro, quando as tropas sírias com o apoio da Força Aeroespacial russa iniciaram a operação para libertar a província de Deir ez-Zor, a coalizão internacional liderada pelos EUA reduziu drasticamente a intensidade dos ataques contra o Daesh no Iraque, até alguns ataques por dia, realizando cinco vezes menos ataques que contra a Síria", declarou Konashenkov.

    De acordo com o major-general, esta redução da intensidade dos ataques coincidiu com o envio pelos terroristas de grandes forças para Deir ez-Zor das áreas fronteiriças do Iraque. Konashenkov sublinhou que esses terroristas estão tentando consolidar-se na margem leste do rio Eufrates.

    "A coalizão liderada pelos EUA, que simula a luta contra o Daesh, principalmente no Iraque, vê tudo isso mas continua alegadamente lutando contra o Daesh na Síria", disse ele.

    Konashenkov afirmou que "as ações do Pentágono e da coalizão requerem clarificação".

    Segundo ele, a libertação de Raqqa, que foi chamada pela coalizão de principal prioridade na luta contra o Daesh, continua parada. “Isto para não dizer pior, tomando em conta os sucessos atuais dos terroristas do Daesh na retomada do controle sobre os bairros da cidade que anteriormente haviam sido abandonados por eles", acrescentou Konashenkov.

    O exército sírio, com o apoio da Força Aeroespacial russa, continua combatendo os terroristas e, durante a semana passada, conseguiu recuperar amplas  zonas a noroeste e sudeste de Deir ez-Zor, disse ele.

    "A aviação russa realiza até 150 ataques diários e continua esmagando esses grupos 24 horas por dia com seu material blindado e munições", disse o representante do Ministério da Defesa.

    Na parte ocidental do Iraque, de onde os terroristas enviam forças para a margem leste do rio Eufrates, ou seja, nas zonas onde a aviação russa não opera, o território sob o controle do Daesh continua se expandindo, superando várias vezes as áreas que eles controlam na Síria, disse Konashenkov.

    Mais:

    Rússia: não foram os EUA que libertaram a Síria de terroristas
    Erdogan declara que Turquia enviará suas tropas para Idlib, na Síria
    Força Aeroespacial russa elimina 49 terroristas da Frente al-Nusra na Síria (VÍDEO)
    Tags:
    terrorismo, Daesh, EUA, Iraque, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik