03:37 28 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    329
    Nos siga no

    O líder do movimento Talibã no Afeganistão, Hibatullah Akhundzada, pediu aos seus seguidores para encerrar as hostilidades contra militantes do grupo terrorista Daesh, segundo informou a mídia local neste sábado.

    O pedido de Akhundzada teria sido feito há dez dias, durante um encontro da organização na província afegã de Helmand, no distrito de Musa Qala, sul do país. De acordo com a 1TV News, além de membros da Quetta Shura, alta liderança do Talibã, também participaram do evento representantes do movimento de diversas partes do Afeganistão, para quem o grande líder teria dito que o confronto com o Daesh não faz sentido porque os dois grupos possuem objetivos comuns. 

    No passado, Talibã e Daesh se enfrentaram em combates violentos no Afeganistão. Só em abril, mais de 90 militantes dos dois grupos foram mortos em um confronto. Nessa mesma época, jihadistas do Daesh chegaram a matar um líder do Talibã na cidade de Peshawar, no Paquistão.

    Mais:

    EUA acusam Rússia de fornecer armas ao Talibã
    'Cemitério de militares': Talibã ameaça os EUA
    Talibã condena decisão de Trump e promete continuar com jihad
    Tags:
    Daesh, 1TV News, Talibã, Quetta Shura, Musa Qala, Helmand, Peshawar, Paquistão, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar