12:34 05 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Material bélico do Exército Árabe Sírio é visto perto de Deir ez-Zor, no início de setembro de 2017

    Pentágono: não importa quem vai libertar a Síria do Daesh

    © Sputnik / Kamel Saqr
    Oriente Médio e África
    URL curta
    15012
    Nos siga no

    Para os EUA não importa quem vai libertar a Síria do grupo terrorista Daesh - as tropas do governo do país árabe ou a oposição - declarou o diretor do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, o tenente-general Kenneth McKenzie.

    "A prioridade é a completa liquidação do Daesh no vale do rio Eufrates. Penso que temos uma posição neutral sobre quem deverá estar fazendo isso, enquanto esse trabalho for realizado e de forma eficiente", disse McKenzie durante o briefing desta quinta-feira.

    A declaração do representante do Pentágono se seguiu após a divulgação das notícias sobre os recentes sucessos do exército sírio, que conseguiu libertar dos terroristas do Daesh um dos seus últimos redutos em Deir ez-Zor,

    As autoridades dos EUA criticaram em diversas ocasiões o combate pouco eficiente, na opinião de Washington, de Damasco contra o Daesh, acusando a Síria de ser responsável por "atrair os terroristas".

    Mais:

    Mais de 89% do território da Síria está livre do Daesh
    Analista sobre 'perdas' da Rússia na Síria: Daesh precisa ao menos de vitórias virtuais
    Irã ataca com drones posições do Daesh na fronteira entre Iraque e Síria
    Tags:
    Daesh, Pentágono, Kenneth McKenzie, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar