04:29 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira do Curdistão e combatente curdo Peshmerga monitorando a área a partir do seu posto na linha de frente em Bashiqa

    Embaixador do Iraque nega a possibilidade de um conflito armado entre Bagdá e Curdistão

    © AFP 2018 / AHMAD AL-RUBAYE
    Oriente Médio e África
    URL curta
    210

    No presente momento, a opção de um conflito armado entre Bagdá e Erbil não está sendo cogitada, informou nesta quarta-feira o embaixador do Iraque na Rússia, Haidar Hadi.

    "Neste momento [o conflito] está fora de cogitação. Eu penso que ambas as partes têm a consciência de que um conflito como esse teria consequências negativas tanto para um lado, quanto para o outro", disse Hadi aos jornalistas.

    Ele destacou que o governo do Iraque dispões de todos os meios necessários para garantir a estabilidade e a unidade do país.

    Mais cedo o embaixador declarou que o Iraque convidou os representantes curdos para um diálogo no âmbito constitucional.

    No dia 25 de setembro, as autoridades do Curdistão iraquiano realizaram um referendo sobre a independência da região. Mais de 91% da população apoiou a iniciativa.

    Mais:

    'Querem criar um novo Israel', diz líder do Irã sobre referendo do Curdistão
    Israel usou o Mossad para interferir no referendo no Curdistão, diz Erdogan
    Sem reconhecer referendo, EUA erram e fortalecem o Daesh, diz líder do Curdistão
    Irã e Turquia fortalecem laços militares após referendo de independência no Curdistão
    Tags:
    Haidar Hadi, Bagdá, Iraque, Curdistão iraquiano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik