15:12 20 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    210
    Nos siga no

    De acordo com o representante especial da OSCE na Áustria, Peter Neumann, a expulsão do Daesh (organização proibida na Rússia e em vários outros países) de seus territórios capturados no Oriente Médio significa apenas o fim da primeira fase do confronto.

    Por isso, na luta contra o terrorismo não se pode repetir os erros do passado e anunciar a eliminação da ameaça após a vitória na região.

    "A ameaça do terrorismo vai dar muito trabalho ainda por muitos anos. Apesar de, desde 2014, o Daesh ter perdido na Síria e Iraque metade dos territórios conquistados, e mesmo que nos próximos meses seja possível expulsar o grupo de seus últimos bastiões, ainda assim o problema permanecerá e vai exigir uma solução de longo prazo", afirmou ele nesta sexta-feira (29) em entrevista aos jornalistas.

    Neumann explicou que o "fim do Daesh" no território da Síria e Iraque não significa o fim da luta contra o terrorismo, isso nem sequer significa uma vitória sobre o Daesh, sendo apenas o fim do projeto territorial do Daesh.

    Segundo ele, por mais incrível que pareça, a curto prazo a segunda fase trará à Europa mais terrorismo que antes, principalmente devido ao fato de os terroristas que tinham abandonado a União Europeia para servir no Daesh regressarem a casa.

    De acordo com os dados, há cerca de 10 mil pessoas nesse grupo. Deles 20% fugiram ou morreram, cerca de 40-50% ainda estão no Oriente Médio e um terço já voltou à Europa ou ainda estão a caminho.

    O especialista frisou que não se pode cometer o mesmo erro que os EUA cometeram em 2011, afirmando que com a morte de Osama bin Laden a organização terrorista Al-Qaeda (proibida na Rússia e em vários outros países) foi derrotada e que daquele jeito o problema foi resolvido.

    Mais:

    Coalizão americana elimina desenvolvedores de drones do Daesh
    Irã: EUA querem impedir controle sírio na fronteira com Iraque mais do que derrotar Daesh
    Negócio falido: moeda do Daesh deixa de circular nas cidades sírias libertadas
    Tags:
    derrota, terroristas, Daesh, Iraque, Síria, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar