10:47 24 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    102
    Nos siga no

    A coalizão encabeçada pelos EUA identificou mais 50 casos de mortes de civis em ataques aéreos às posições terroristas. No total, o número de civis que foram mortos nas operações é de 735 pessoas, informou na sexta (29) a Operation Inherent Resolve em seu relatório.

    "A CJTF-OIR [Força Operacional Conjunta da Coalizão – Operation Inherent Resolve] avalia que pelo menos 735 civis foram involuntariamente mortos em ataques da Coalizão desde o início da Operação Inherent Resolve", indica o relatório da coalizão.

    A coalizão admitiu em agosto que "pelo menos 624 civis foram involuntariamente mortos em ataques da coalizão" contra o Daesh no Iraque e Síria em 2014.

    O relatório indica também que a coalizão internacional está analisando mais 350 casos de vítimas entre civis.

    "Um total de 350 relatórios continua aberto e vão ser avaliados no fim do mês", afirma o relatório.

    A coalizão concluiu a avaliação de uma informação sobre 185 casos de mortes entre civis em junho, determinando que só 14 deles eram credíveis e indicou que ocorreu a morte de 50 civis.

    Mais:

    84 civis em 2 ataques: coalizão liderada pelos EUA causa mais vítimas perto de Raqqa
    À ONU, chanceler sírio diz que coalizão dos EUA matou mais inocentes que terroristas
    Tags:
    Oriente Médio, vítimas, ataque, terroristas, avaliação, reconhecimento, civis, coalizão internacional
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar