22:22 18 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    923
    Nos siga no

    Ataques aéreos realizados pela coalizão liderado pelos EUA na Síria e no Iraque resultaram na morte de mais três indivíduos ligados ao programa de desenvolvimento de drones do grupo Daesh, segundo afirmou o porta-voz da operação Inherent Resolve, o coronel Ryan Dillon, nesta quinta-feira.

    "Em uma coletiva de imprensa do Pentágono no início deste mês, eu anunciei o ataque bem sucedido da coalizão contra indivíduos de alto valor ligados à rede de vigilância não tripulada do ISIS. Hoje, vamos acrescentar mais três a essa lista", disse o militar em declarações a jornalistas, acrescentando que os alvos foram eliminados entre os dias 12 e 14 de setembro.

    Também na coletiva desta quinta, Dillon se queixou da perda de foco da luta contra os terroristas do Daesh no Iraque, dizendo que muitos outros assuntos estão chamando mais atenção no momento. 

    "Há um monte de coisas que foram ditas e coisas que estão roubando a atenção da derrota do ISIS. O foco não está sendo no ISIS, como costumava ser antes do referendo", disse ele, se referindo à votação realizada recentemente no Curdistão iraquiano, na qual a maioria esmagadora dos eleitores apoiou a separação da região do restante do Iraque. 

    "Pedimos ao mundo que responsabilize o ISIS por milhares de vidas inocentes perdidas em suas ações desumanas e violações das leis da guerra."

    Mais:

    Negócio falido: moeda do Daesh deixa de circular nas cidades sírias libertadas
    Especialista: vitória sobre Daesh provocará criação de novas redes terroristas
    'Crime contra humanidade': Talibã e Daesh realizam ataque aéreo contra aeroporto de Cabul
    Tags:
    Inherent Resolve, Estado Islâmico, ISIS, Daesh, Ryan Dillon, Curdistão, Síria, Iraque, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar