01:42 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Moedas

    Negócio falido: moeda do Daesh deixa de circular nas cidades sírias libertadas

    CC BY 2.0 / Zechariah Judy / coins and fire1
    Oriente Médio e África
    URL curta
    462

    Após expulsão dos terroristas, as cidades sírias voltam à vida normal. Os atributos do pseudo-Estado terrorista também estão indo embora, inclusive a moeda que foi imposta pelo Daesh.

    Um habitante da cidade síria de Deir ez-Zor contou para a Sputnik Árabe que as moedas de prata e ouro, emitidas pelo Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia), que circulavam obrigatoriamente nos territórios ocupados, deixaram de circular logo que os terroristas começaram a perder suas posições.

    "Agora são usadas apenas libras sírias. Além disso, ela subiu um pouco em relação ao dólar [norte-americano]."

    Segundo o homem, os terroristas obrigavam os habitantes de Raqqa, de Deir ez- Zor e seus arredores a usar somente as moedas emitidas pela organização.

    Moeda do Daesh
    © Sputnik / Nezar Meihub
    Moeda do Daesh

    "Era proibido cambiar essas moedas por qualquer outra moeda. Os terroristas promulgaram um decreto que proibia a circulação da moeda oficial síria e de outras em Raqqa e Deir ez-Zor", disse.

    Os ativistas que acompanham a situação dizem que o Daesh emitiu recentemente uma resolução que prevê o uso obrigatório da moeda deles sempre em qualquer transação comercial.

    Alguns especialistas acreditam que com essa medida o grupo quer se livrar de sua moeda, cambiando-a por moedas oficialmente reconhecidas para obter mais dinheiro e ir embora antes de perder completamente o controle sob territórios sírios. Supõe-se que os militantes adotaram um câmbio artificialmente elevado de sua moeda, roubando dinheiro ao povo.

    "Este momento pode ser considerado como o fim da moeda própria do Daesh. Vale destacar que o suposto criador do ‘dinar do califado', e chefe da tesouraria do Daesh, foi eliminado em 2 de julho de 2017", sublinhou em entrevista ao gazeta.ru a diretora de programas do Centro Europeu de Informação Estratégica e Segurança, Yevgenia Gvozdeva.

    ​A maior moeda terrorista, com valor nominal de cinco dinares, valia dois anos atrás $ 694. A moeda mais baixa, de 10 fils de cobre, por sua vez, era avaliada em sete cêntimos norte-americanos.

    Em 2015, a inteligência turca descobriu a casa da moeda clandestina, onde eram cunhadas as moedas do Daesh. Ela estava localizada na cidade turca de Gaziantep, na fronteira com a Síria.

    Mais:

    5 terroristas que organizaram ataque contra militares russos são eliminados na Síria
    Bombardeiros russos atacam posições dos terroristas na Síria
    Tags:
    dinheiro, moeda, Daesh, Deir ez-Zor, Raqqa, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik