04:04 24 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 110
    Nos siga no

    De acordo com a informação do Ministério da Defesa russo, as forças do exército sírio capturaram um grande setor fortificado usado pelos terroristas, a operação terrestre foi apoiada pela Força Aeroespacial e a Marinha da Rússia.

    O exército sírio revelou provas de que as posições do Daesh na região de Deir ez-Zor eram controladas por militantes dos antigos países da União Soviética. O analista militar Araik Stepanyan acrescentou ao serviço russo da Rádio Sputnik que a ofensiva foi muito bem organizada. 

    A cidade de Deir ez-Zor e o aeródromo militar a dois quilômetros dela estiveram cercados por terroristas do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países) durante mais de três anos. 

    "Após a libertação foi confirmada a informação obtida anteriormente de várias fontes de que o setor fortificado era controlado por terroristas naturais da Rússia e dos antigos países da União Soviética", diz o comunicado do ministério russo.

    Durante a operação foram eliminadas 12 unidades de equipamento militar blindado, 5 posições de artilharia, um ponto de comando e armazéns com armas. Para além disso, foram liquidados mais de 200 terroristas.

    Militares sírios perto da base aérea de Deir ez-Zor
    © AFP 2019 / GEORGE OURFALIAN
    Militares sírios perto da base aérea de Deir ez-Zor

    O presidente russo Vladimir Putin felicitou o líder sírio Assad pela operação bem-sucedida de desbloqueamento de Deir ez-Zor, comunicou o porta-voz presidencial Dmitry Peskov.  

    "Hoje em dia o exército sírio já tem grande experiência de realização de missões de combate contra os terroristas, e eles conseguiram planejar muito bem a ofensiva de Deir ez-Zor com o apoio da Força Aeroespacial da Rússia", comunicou ao serviço russo da Rádio Sputnik o analista da Academia de Problemas Geopolíticos Araik Stepanyan. 

    De acordo com ele, a liquidação do grupo Daesh na região de Deir ez-Zor se tornará um "avanço estratégico". 

    "O exército sírio já alcançou grande sucesso e se desloca gradualmente para as áreas orientais da Síria. Capturando o último baluarte dos terroristas na região de Deir ez-Zor, o exército árabe da Síria obtém a possibilidade de controlar a fronteira com o Iraque", precisou Stepanyan ao serviço russo da Rádio Sputnik. 

    De acordo com ele, após este avanço estratégico – a libertação de Deir ez-Zor – o exército árabe da Síria vai se focar no controle da fronteira com o Iraque, paralelamente liquidando as fontes de resistência no próprio território.  Após isso, de acordo com ele, as forças governamentais vão se deslocar para a área de Idlib, onde agora combatem as divisões da Frente Al-Nusra.  

    Mais:

    Pilotos russos realizam ataques mortíferos contra blindados de terroristas em Deir ez-Zor
    ONU espera que Deir ez-Zor e Raqqa sejam retomadas do Daesh em outubro
    Tags:
    defesa, analista, posições, ofensiva, militantes, opinião, terroristas, armas, Força Aeroespacial da Rússia, Exército Árabe Sírio, Daesh, Deir ez-Zor, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar