19:06 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados da 173ª brigada de paraquedistas dos EUA no Afeganistão (foto de arquivo)

    Nova estratégia dos EUA para o Afeganistão significa liberdade total das tropas?

    © AFP 2017/ MUNIR UZ ZAMAN / AFP
    Oriente Médio e África
    URL curta
    753932

    O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que as competências das tropas norte-americanas no Afeganistão serão ampliadas a fim de lutar contra o terrorismo neste país. "Iremos ampliar as competências das Forças Armadas dos EUA para atacar os terroristas e redes criminosas que semeiam a violência e o caos por todo o Afeganistão", afirmou Trump.

    De acordo com ele, os EUA já não vão tornar públicos o número de suas tropas envolvidas nas operações e seus planos militares em geral. Será que isto significa que os EUA vão realizar operações secretas, que levarão a novas vítimas entre os civis, e ninguém vai saber disso? Jawed Kohistani, oficial da inteligência militar afegã, colunista militar e especialista em questões de segurança, comentou a situação à Sputnik Dari:

    "Se analisarmos as afirmações de Trump, podemos concluir que a guerra no Afeganistão será intensificada e que as ações militares vão ser alargadas. Os talibãs fortalecerão suas posições no Paquistão e nos países que os apoiam. As conversas sobre operações secretas não são novas, no Afeganistão não tem nenhuma força que possa resistir a elas. Antigamente, os norte-americanos informavam as autoridades do Afeganistão sobre os resultados de suas ações contra os talibãs ou Estado Islâmico (organização proibida na Rússia e em vários outros países), porque não existia uma coordenação de ações com o lado afegão. Eles comunicavam também o número de vítimas entre os civis.

    Os EUA, anunciando uma nova estratégia para o Afeganistão, entram em um novo estágio da luta contra a violência no Afeganistão. Durante os últimos anos têm sido realizadas muitas conferências e reuniões sobre o Afeganistão. Mas nenhumas expetativas foram compridas. O objetivo da nova estratégia de Trump é colocar um ponto final na guerra no Afeganistão. Esta é uma das guerras mais longas, ela tem causado muitas vítimas". 

    Mais:

    Força Aérea dos EUA pode intensificar operações no Afeganistão após decisão de Trump
    Opinião: nova estratégia de McCain causará mais vítimas civis no Afeganistão
    Alemanha não pretende aumentar efetivo militar no Afeganistão
    Tags:
    operações, tropas, Forças Armadas dos EUA, Donald Trump, Afeganistão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik