10:30 16 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Militantes do Taliban no Afeganistão, 13 de outubro de 2015

    Talibã condena decisão de Trump e promete continuar com jihad

    © AFP 2018 / Stringer
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 10

    O porta-voz do Talibã condenou a decisão do presidente norte-americano Donald Trump de aumentar a presença militar dos EUA no Afeganistão.

    "Em vez de continuar a guerra no Afeganistão, os americanos deveriam pensar em retirar seus militares do Afeganistão", declarou Zabihullah Mujahid, porta-voz do Talibã (grupo terrorista, proibido na Rússia), citado pela Reuters.

    Ele acrescentou que "enquanto pelo menos um militar americano estiver no nosso país", os insurgentes islamistas "vão continuar a jihad".

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na noite desta segunda-feira (21) que o país deverá aumentar a sua presença com mais tropas no Afeganistão. A decisão, acertada no fim de semana, faz parte de uma nova estratégia de combate ao terrorismo.

    Mais:

    Trump deve anunciar aumento de contingente militar dos EUA no Afeganistão
    Muito pior do que Iraque: eis a que leva o ceticismo dos EUA em relação ao Afeganistão
    Poderão talibãs fazer Trump mudar sua estratégia no Afeganistão?
    Tags:
    presença militar, terrorismo, jihad, Talibã, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik