03:59 31 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 11
    Nos siga no

    O bombardeio de Aleppo ocidental, realizado pelos terroristas da Frente al-Nusra (proibida na Rússia e em vários outros países), visa anular o regime de cessar-fogo e os esforços da Rússia para a estabilização nas zonas de desescalada, afirmou à Sputnik uma fonte militar diplomática russa no Grupo Internacional de Apoio à Síria em Genebra.

    "O recente bombardeio dos bairros ocidentais de Aleppo com foguetes não guiados é uma provocação da Frente al-Nusra que tem como objetivo anular o regime de cessar-fogo e os esforços da Rússia para a estabilização nessas áreas da zona de desescalada", ressaltou ele.

    Segundo o interlocutor da agência, a Rússia condena vigorosamente tais ações que levam à morte de civis.

    Nesta terça-feira (15), os grupos armados realizaram um ataque com foguetes contra o bairro Al-Akramiya na cidade de Aleppo, no norte da Síria, deixando quarto civis mortos e nove feridos. Entretanto, não foi especificada a pertença dos terroristas a um grupo radical concreto.

    Mais:

    Terroristas da Arábia Saudita e Kuwait são eliminados na Síria
    Chancelaria síria: falta de investigação mostra que ataque químico em Idlib foi encenado
    Chineses analisam projetos de investimento na Síria
    Tags:
    Síria, Aleppo, Frente al-Nusra, Grupo Internacional de Apoio à Síria (ISSG), bombardeio, ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar