06:20 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Hassan Rouhani, presidente do Irã (foto de arquivo)

    Presidente do Irã: Teerã poderá sair do acordo nuclear se EUA ampliarem sanções

    © REUTERS/ Faisal Mahmood
    Oriente Médio e África
    URL curta
    873

    Em resposta à ampliação das sanções, Irã ameaça se retirar do acordo nuclear.

    O presidente do Irã, Hassan Rouhani, afirmou que seu país poderá se retirar do denominado Plano de Ação Conjunto Global  (JCPOA, na sigla em inglês) nas próximas horas, caso os Estados Unidos continuem ampliando as sanções contra Teerã.

    Dirigindo-se ao parlamento iraniano, Rouhani indicou que "a frustrada experiência de sanções e contenção levou as administrações anteriores [norte-americanas] para a mesa de negociações".

    O presidente, citado pela agência AFP, assegurou que, caso os EUA queiram "voltar a essa prática", o Irã tomará as medidas correspondentes e voltará "em questão de dias e horas" à situação anterior.

    O líder iraniano declarou também que o presidente dos EUA, Donald Trump, "não é um bom parceiro".

    Mais cedo, em 2 de agosto, o presidente dos EUA Donald Trump assinou o projeto de lei que impõe novas sanções contra 18 organizações e pessoas físicas relacionadas com o programa de mísseis iraniano. Teerã condenou as respectivas medidas, informando que tomaria medidas de resposta.

    Mais:

    Parlamento iraniano aumenta financiamento do programa de mísseis em resposta às sanções
    Com que o exército do Irã responderá às sanções dos EUA?
    Irã rejeita novas sanções de Washington e mantém programa de mísseis
    Tags:
    acordo nuclear, sanções, Hassan Rouhani, Irã, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik