08:10 19 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    413
    Nos siga no

    O ataque, efetuado em 4 de agosto, causou oito vítimas mortais, sete crianças e uma mulher, informou a agência SANA.

    Hoje, 4 de agosto, aviões da coalizão internacional liderada pelos EUA realizaram um ataque contra as zonas residenciais na cidade de Raqqa, no norte da Síria. De acordo com a agência de notícias SANA, o bombardeio provocou oito vítimas mortais, sete crianças e uma mulher, sendo todos membros da mesma família.

    De acordo com as fontes citadas pela agência, o ataque também feriu vários civis e provocou danos materiais nas infraestruturas e moradias.

    Destaca-se também que, ao longo das últimas 48 horas, a coalizão internacional efetuou 44 ataques aéreos na cidade de Raqqa contra as posições dos terroristas do Daesh em zonas residenciais.

    Os EUA lideram a coalizão internacional contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países), da qual participam mais de 70 nações. A coalizão efetua ataques aéreos na Síria e no Iraque desde 2014.

    As suas operações no território sírio, entretanto, nunca foram autorizadas pelo governo sírio, nem receberam o aval do Conselho de Segurança da ONU.

    Damasco, por sua vez, tem se manifestado contra estas operações, que carecem de autorização oficial do governo de Bashar Assad e violam a soberania do país.

    Mais:

    Batalha por Raqqa: coalizão realiza 14 ataques aéros contra Daesh
    Menos de 2 mil combatentes do Daesh permanecem em Raqqa, na Síria
    Tags:
    ataque aéreo, coalizão internacional, civis, bombardeio, ONU, EUA, Síria, Raqqa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar