13:23 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira israelense perto de assentamentos judaicos na Cisjordânia

    Palestina acusa Washington de apoiar 'política de apartheid' israelense

    © AP Photo / Bernat Armangue
    Oriente Médio e África
    URL curta
    253

    O chefe da delegação palestina nas negociações com Israel, Saib Oreikat, afirmou que o fato dos EUA não apoiarem o princípio de "dois Estados para dois povos" e não reagirem à construção de assentamentos israelenses incentiva Tel Aviv a conduzir uma política de apartheid.

    As palavras de Oreikat representaram um raro caso de crítica aberta expressa pela liderança palestina em relação à administração de Donald Trump que, após a vitória nas presidenciais, prometeu se debruçar ativamente sobre a solução do conflito árabe-israelense e levar as partes à paz.

    "O fato de os EUA nunca terem afirmado que o objetivo final do processo de paz é a realização do princípio de dois Estados nas fronteiras de 1967, e ficarem calados em relação ao aumento da atividade de construção dos assentamentos israelenses, é interpretado pelo governo de Israel como uma oportunidade de eliminar a versão bi-estatal", diz a declaração de Oreikat.

    Em vez disso, Israel está disposto a construir um Estado com dois sistemas, afirma o político, classificando este cenário como de apartheid.

    Trump delegou a resolução da crise árabe-palestina ao seu genro e conselheiro Jared Kushner. Anteriormente, as mídias americanas publicaram uma gravação de áudio que tinha sido feita dissimuladamente durante um encontro com estagiários do Congresso dos EUA. Nesta gravação se ouve Kushner reconhecendo que o respectivo conflito pode nunca ser resolvido.

    "Estamos considerando como seria um resultado final correto, e tentamos trabalhar com as partes de modo muito calmo, para ver se há uma solução. Pode não haver solução, mas é um daqueles problemas sobre os quais o presidente pediu para nos focarmos", afirmou Kushner, citado pela imprensa americana.

    Mais:

    Líder da Palestina quer intervenção dos EUA na situação em Israel
    Líder da Autoridade Palestina corta contato com Israel
    Políticos prognosticam nova guerra pela Faixa de Gaza entre Palestina e Israel
    Tags:
    apartheid, assentamentos, Jared Kushner, Donald Trump, EUA, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik